23 de maio de 2017

Como ajudar sua criatividade

Qualquer um pode ser criativo. Sim, acredito nisso. Do mesmo jeito que acredito que qualquer um pode ser médico, advogado, professor, jornalista ou ator. Só depende da pessoa .
Quando digo isso não quero dizer que é só você querer ser algo que você vai conseguir. É necessário trabalhar duro para acontecer; é necessário gostar do que faz; e, acima de tudo: é necessário nunca para de tentar melhorar suas habilidades. 

Você quer ser criativo?! Ótimo! Comece a trabalhar em cima disso. Estude, pesquise, encontre sua rede social favorita que lhe permitirá divulgar sua criatividade e se inspirar na de outras pessoas. E jamais pare de se inspirar. Acredito ser a chave para desenvolver sua criatividade cada vez mais. Digo isso pois é muito comum encontrar-se no meio de algum bloqueio criativo, procrastinar e não saber por onde começar. Eu vivencio isso diariamente, pode acreditar. Por isso criei o hábito de sempre me esforçar para criar algo, me inspirar em algo ou estudar algo. 

Hoje trouxe três formas de ajudar sua criatividade. 

A primeira são os Podcasts! Descobri há pouco tempo a maravilha desses Podcasts disponíveis no app gratuito para Android a App Store.

Fui capaz de encontrar três canais que me encantaram e me inspiram a cada episódio. 


O primeiro é o Mindful Criative, por Rachel Korinek, uma fotógrafa Australiana que conta como foi para ela insistir em seu sonho de fotografar e dá dicas válidas e interessantíssimas em cada episódio de seu canal. Por mais que ela foque na parte de seu trabalho, acredito que só o fato dela ser uma pessoa criativa já ajuda qualquer um em qualquer área, pois é possível adaptar suas dicas para o que cada um faz. 


O segundo é o maravilhoso mundo das lições mágicas de Elizabeth Gilbert! Ela escreveu o livro Comer, Rezar, Amar e -meu favorito- Grande Magia (que aparecerá mais pra frente por aqui). Em seu canal ela aborda um pouco mais sobre suas ideias da Grande Magia, com algumas lições, pessoas reais vivendo problemas reais de criatividade e criativos famosos, como Neil Gaiman.


 O último pertence à Inkie Quill, que possui um canal no youtube pelo qual sou apaixonada, onde ela fala de Scapbook, Project Life e diversas outras coisas. Em seu podcast ela aborda assuntos comuns como bloqueio criativo e como recuperar sua inspiração com coisas simples. 

A segunda forma de dar aquele empurrão na sua criatividade é através dos livros. Estou obcecada em livros que levam minha criatividade para outro nível, que me incentivam à ser mais aberta às inspirações e ideias que vejo por ai, e que me fazem querer dizer SIM para novos projetos. 

O primeiro livro tem o SIM como incentivo, e é o maravilhoso mundo de Shonda Rhimes, criadora de séries famosas como Grey's Anatomy, Scandal e How To Get Away With Murder. Sério, precisa de mais pra saber que esse é um livro incrível ?! 


Nele ela conta como, durante todo um ano, começou a dizer "sim" aos projetos, eventos e convites que lhe eram oferecidos, e como isso mudou totalmente a vida dela, como ela tornou-se uma pessoa melhor e participou de coisas incríveis das quais ela morria de medo. 


O segundo livro é, na minha opinião, o melhor de todos, o livro que mudou minha forma de agir, pensar e criar. 


Grande Magia - Vida Criativa Sem Medo foi escrito por Elizabeth Gilbert, como já mencionei acima, e é a melhor leitura para você que encontra bloqueios criativos diários, tem medo de criar ou não sabe o que fazer. As dicas delas são maravilhosas, o livro é maravilhoso!
tão maravilhoso que ele está desse jeito aqui


quotes inspiradores


"uma vida criativa é uma vida mais ampla. É uma vida maior, mais feliz e muito, muito mais interessante"

Não tem como não terminar essa leitura sem querer procurar projetos novos para fazer, ou sem querer criar algo. E ao terminar a leitura desse livro, você verá como suas ideias implorarão para você escutá-las ! E, por favor: escute-as ! Elas estão sempre esperando pela pessoa que as ouvirá e criará algo incrível com elas. 

A terceira (mas jamais última) forma de ajudar seu eu criativo é através da música. Eu percebi que ouvir música durante meu processo criativo faz com que eu crie mais e melhor. Com o tempo defini as músicas/cantores que me inspiravam mais e criei uma playlist só com eles. E notei que Trilhas Sonoras de filmes e musicais me ajudam muito mais do que qualquer outra coisa !



Então experimente essas dicas, tente fazer com que elas te ajudem da forma que você precisa, insista nelas até que consiga resultado. Porque, infelizmente, a criatividade às vezes vai embora tão rápido quanto vem, ainda mais quando ela percebe que você não está disposta. Então insista ! Tente ! Faça o possível para conseguir criar aquilo que tanto quer e precisa. E eu te prometo, você vai conseguir ser a pessoa criativa que tanto quer ! Pois como diz Liz Gilbert: Uma vida criativa é muito mais ampla, mais feliz e muito, muito mais interessante. 

19 de abril de 2017

Pessoas inspiradoras

Coisa rara hoje em dia é eu me aventurar por blogs e sites. Por conta da facilidade da internet no celular, acabo sempre ficando pelo Instagram e Youtube, vendo o que aparece por ali, mas ultimamente estou numa necessidade enorme de adquirir o máximo de inspiração e ideias possíveis, então comecei a olhar os sites daquelas pessoas que me chamam atenção nas redes sociais. Hoje vou indicar duas para vocês

A primeira é Essie Ruth, e ela faz uns projetos lindos de Project Life e Pocket Letters, que consiste em criar páginas de Project Life para enviar alguns mimos aos seus correspondentes. O canal dela no Youtube que me chamou atenção, mas tudo pode ser encontrado no site também. 

Algumas fotos dos último trabalhos dela:




Já a outra pessoa inspiradora chama-se Michelle. Ela é da Alemanha mas mora na Finlândia por conta dos estudos, o que resulta em muita coisa linda em seu blog! Ela faz diversos passeios pelas florestas de lá, coisa que parece conto de fadas, e sempre que vejo as fotos fico querendo me aventurar por lá também ! 




Espero que gostem desse toque de inspiração no dia de vocês <3

12 de abril de 2017

Como organizo meu material criativo


Uma das coisas que mais sinto falta no novo apartamento é a falta de espaço para poder criar e relaxar com as minhas coisas. Como só temos um quarto, precisei improvisar um cantinho, pois fazer as coisas na mesa de centro ou na mesa de jantar já não era suficiente. Foi então que consegui duas das coisas que mais desejava ultimamente: uma escrivaninha que coubesse aqui sem atrapalhar; um "raskog cart" para organizar todo o meu material. 



Para quem não sabe, esse carrinho é original da Ikea, e ele foi criado para organizar qualquer tipo de coisa, tanto que as scrappers e designers por lá arrumaram um jeito maravilhoso de colocar os materiais e tudo que usam diariamente em suas criações. Como ele tem rodinhas de silicone, é muito fácil movê-lo de um lado para outro, então eu sempre deixo ele ao lado do rack da tv e, quando abro a escrivaninha, puxo ele pro lado e fica perfeito para fazer tudo que preciso, sem ter que ficar levantando para buscar as coisas. 
O carrinho é dividido em três partes, e minha organização ficou assim:


Na parte superior ficam várias bolsinhas da Studio Calico com carimbos, alfabetos, adesivos e enfeites; Minhas washi tapes também ficavam ai até decidir colocá-las na prateleira da escrivaninha (vocês vão ver melhor nas próximas fotos); alguns furadores e uma pequena base de corte que não aparece na foto também ficam ai. 



Na segunda parte deixo as minhas caixas com os cards de Project Life, que já mostrei em um vídeo de comprinhas da onde elas vieram e vocês podem conferir aqui; uma caixa onde guardo os meus enfeites (que também não aparece na foto pois adquiri depois), os refis plásticos para os álbuns e uma caixa grande de Project Life vazia. 



Na última divisão deixo a coisa mais pesada de todas, que é minha Big Shot, e com ela ficam todos os acessórios, desde as placas de acrílico até os papéis que utilizo com os die cuts.

Já na minha escrivaninha organizei meu álbuns, alguns livros, porta lápis e tesoura, e mais coisas da Big Shot, como os die cuts. 



Na prateleira de baixo ficam meus álbuns maiores dos anos de 2014 a 2016 prontos, o de 2017 em andamento, dois vazios para próximos projetos e o do casamento, e ao lado fica uma cestinha com as coisas que uso com a Big Shot.



As minhas washi também ficam nessas prateleiras, nesse cesto azul turquesa lindo. Não tenho costume de usar muito elas, mas gosto de tê-las por perto e de fácil acesso caso precise.


Na prateleira do meio deixo os álbuns menores da Simple Stories, dois dos quais já estão feitos: o amarelo é do meu aniversário do ano passado e o vermelho o December Daily do mesmo ano; também deixo um pote cheio de clipes de papel, meu planner, a instax e meus Tsum Tsum lindos <3




Muito amor por esses pequetuxos <3 em breve uma wishlist enorme deles vai aparecer por aqui!


Como a mesa da escrivaninha abre e fecha, é muito mais fácil de usá-la sem atrapalhar outras pessoas ou móveis, e só a deixo aberta quando estou usando. O espaço que tenho é ideal para todos meus projetos e fiquei muito contente com isso. Essa caixa que aparece na foto acima é onde organizo todos os meus enfeites, se quiserem posso fazer um post ou vídeo só sobre eles.



Mais alguém sofre com a falta de espaço para fazer e organizar as coisas ? Contem a solução de vocês aqui nos comentários, quem sabe não surgem novas ideias para o meu cantinho!


21 de fevereiro de 2017

Wishlist Kipling 2017






1. Estojos - Nunca achei que valesse a pena gastar o que pedem num estojo Kipling, mas esses dois tem me encantado cada dia mais. Primeiro porque as cores são maravilhosas, segundo que têm o espaço ideal que preciso no dia a dia. Quem sabe um dia eles não aparecem com 80% de desconto hahaha

2. Carteiras - Já possuo uma carteira da Kipling, mas quando me deparei com esses dois modelos foi amor à primeira vista. A menor é a Abra e é a que estou mais doida, principalmente a dourada. Novamente, se um dia ela aparecer com 80% de desconto, quem sabe.

3. Bolsa Transversal Elizea Azul Imperial - Hoje em dia minhas bolsas se resumem a dois tamanhos: bem espaçosas para trabalho e bem pequenas para sair. Só tenho uma meio termo que uso frequentemente, e ai percebi a necessidade em ter uma mediana com vários compartimentos. Necessidade, necessidade não é e a gente bem sabe, mas mesmo assim queremos. Como estou boa em desapegar e aprendi que devemos investir em coisas que durem, estou de olho nessa bolsa Elizea que parece perfeita para idas ao shopping ou quando precisamos levar menos coisa pro trabalho. 

4. Mini Bolsa Kalipe Amarela - Descobri nas mini bolsas da Kipling uma paixão enorme. Por possuírem tamanho bom, da pra levar bastante coisa e ao mesmo tempo ser compacta, e às vezes não adianta que não da pra sair com uma bolsa grande. Essa Kalipe amarela me encantou!

5. Necessaires Iaka - Pensa em alguém doida por organização e por necessaires e você consegue me visualizar. Esse modelo da Kipling me chamou a atenção pelos ótimos tamanhos de cada necessaire e por elas serem presas juntas, possibilitando assim usá-las separadas ou não. 

E você, alguma Kipling na lista de desejos? Me conte! E se um dia quiserem, posso mostrar minha pequena coleção!


7 de fevereiro de 2017

Consultoria Criativa - como funciona



Ultimamente me deparei com várias pessoas interessadas em fazer Scrapbook ou álbuns tipo Project Life, mas sem saber como e por onde começar. Pensando nisso, decidi criar um projeto novo, uma ajuda, para auxiliar aqueles que querem dar um presente, documentar uma viagem ou simplesmente entrar no mundo do Scrapbook. 

Foi assim que surgiu o Coaching Criativo (ou a Consultoria Criativa) do Soutono, onde me programo a te ajudar a fazer algum tipo de projeto criativo. A consultoria pode ser feita toda por e-mail, ou presencialmente em alguns casos, dependendo de disponibilidade de ambas as partes, comprometimento, localidade e interesse. Me disponibilizarei a ser sua consultora para encontrar projetos que caibam no seu bolso e sejam exatamente aquilo que queria, e também vou te auxiliar na busca de materiais e serviços. 

Sempre quis fazer algum projeto criativo mas nunca soube o que fazer primeiro? É para isso que estou aqui. 

Para mais informações, valores e dúvidas, envie um e-mail para soutonocontato@gmail.com, ou nos mande uma mensagem via Facebook que ficarei feliz em responder suas perguntas e lhe ajudar.

22 de janeiro de 2017

Unboxing Big Shot + idéias

Finalmente um vídeo que estava super ansiosa para mostrar pra vocês! Recebi minha tão esperada e sonhada e querida máquina Big Shot (explico sobre ela no vídeo caso queiram saber), e gravei como foi a loucura na hora de abrir. 



Já tenho várias inspirações, olha só:













Fonte de todas as imagens: Pinterest


São inúmeras as possibilidades dessa máquina, tudo depende do seu interesse, objetivo e das facas que você quer investir, pois as opções são diversas ! 


18 de janeiro de 2017

Comprinhas de Scrapbook e muito mais!

Acumulei várias comprinhas nos últimos meses e finalmente criei vergonha na cara para gravar um vídeo pra vocês. Eu peço desculpas pela qualidade, não sou mestre da edição e exportação de vídeo, é só algo para complementar o blog mesmo, e ajudar vocês a verem as coisas de uma forma melhor. 




A ideia que eu tenho para aquelas argolas é utilizá-las para fazer catálogos de algumas coisas que tenho por aqui. 


Espero que tenham gostado do vídeo e das comprinhas. O próximo vídeo virá em breve, aguardem!

1 de janeiro de 2017

Objetivos para o novo ano



Primeiro objetivo do ano foi definido nos 45' do segundo tempo, claro. Sempre que vou pensar "Ok, o que quero pra esse novo ano, o que espero desse novo ano?", eu fico sem saber de nada. Mas aí eu pensei que meus objetivos mais simples são os que traço todo dia, são os sonhos mais bobos que tenho. Por que não transformar esses sonhos, que parecem impossíveis, em objetivos? E foi então que o fiz. 

Meu objetivo para 2017, o primeiro deles, é investir numa casa nova, numa casa maior. Tudo isso pelo simples motivo de eu querer investir no meu hobby e, quem sabe, transformá-lo em uma segunda fonte de renda. Ok, e eu também preciso de um lugar maior pra morar. Para esse novo ano, que contém meu número da sorte (7), eu desejo ter meu próprio ateliê/escritório/craft room

Sempre pensei em um craft room como algo inalcançável, pelo simples fato de eu nunca ter pensado nisso direito. Primeiro porque não preciso de um espaço grande, segundo que não tenho tanta coisa assim para guardar, mas porque não arrumar uma forma de deixar tudo organizado e à mão ? Um craft room não precisa ser algo grandioso, apenas uma forma de ter meu próprio espaço com tudo do jeito que preciso. 

Para tentar tornar isso realidade por aqui, comecei a assistir vários vídeos desse tipo, e trouxe pra vocês verem os que mais me inspiraram. Vamos ver como esse objetivo vai se realizar daqui pra frente.






No matter what kind of crafter you are, a proper counter or desk space is key to spread out and dive into your projects. #CraftRoom #ArtsandCrafts #CaliforniaClosets:

Life As It Is: Craft Rooms:

convert a closet to have desk space on bottom but maybe still hanging poles on one or both sides. Like the painted peg board to use for storage and display.:

A scrapbooking workstation. Pros: very clean and straightforward. Cons: Small worksurface, not much room to set aside an in progress project while you work on a different one.:

 :

| A Movable Girl's Study Desk - Petit & Small |:

O que preciso:

1. Pegboard na parede para organizar as coisas
2. Prateleira para guardar livros / Prateleira para guardar papéis de scrap
3. Bancada no meio do cômodo para acesso de ambos os lados, com banquinho
4. Muitas gavetas com organizadores
5. Prateleiras com nichos

Agora é só aguardar e trabalhar para ver esse objetivo alcançado. Qualquer novidade, ou qualquer outro objetivo, vocês com certeza verão por aqui!

Feliz ano novo, folks!